ENTREVISTA com a autora de ''Quando o mal tem nome'': Glau Kemp!

12:30

 

Postagem de hoje no site é super importante! Eu prometo! Se você acompanha o meu canal no YouTube {Clica aqui, vai!} você já sabe que a última resenha (e a primeira do ano) que aconteceu por lá foi do livro ‘’Quando o mal tem nome’’ da escritora nacional, Glau Kemp.Pois bem: eu que não sou boba, nem nada, convidei essa autora MARAVIGOLD para uma entrevista aqui no site. Afinal, nada mal linkar duas coisas ao mesmo tempo, não é mesmo?Se você ainda não assistiu ao vídeo resenha, assista aqui:



Lembre-se também te adicionar o livro no Skooob, comprar o livro aqui e seguir a Glau Kemp em
 TODAS as redes sociais {Facebook - Instagram}. Sem mais delongas, vamos para a entrevista:

  1. Primeiramente, eu gostaria de agradecer MUITO essa entrevista, Glau! Eu (babadeira de ovo)
     me apeguei rapidamente a sua escrita por conta do belíssimo conto na antologia da Editora 
    Coerência (confira o vídeo da resenha aqui) e por conta disso comecei a te seguir em todas
     as redes. Como você sabe, nos conhecemos a pouco tempo e a primeira pergunta é: Faz um 
    resumão de toda a sua vida como escritora?

GK: Sempre escrevi mais considero que iniciei mesmo a carreira de escritora em 2016, ano
 que comecei a me dedicar e tentar me tornar profissional. Fiz alguns cursos sobre escrita e
 mercado editorial e comecei participando de antologias. Foi nas antologias que conquistei a
 maior parte do meu público, participei de várias e já organizei duas para a editora Coerência
 e no momento organizo a antologia Creepypasyas: Lendas da Internet da Editora Lendari.

2) Bom, nós percebemos que você tem vários contos e projetos (novos e antigos) no seu catálogo
 como escritora. Me conta, como eu faço para encontrar tudo isso e fazer a minha lista de compras?

GK: Eu gostaria de indicar meu primeiro livro que é uma Darkfantasy ( Sangria: O último dia 
do outono). Link:https://www.wattpad.com/story/57037884
E indico as antologias que tive o privilégio de organizar na Editora Coerência.
Arquivos do mal e Quando o Universo conspira.

3) O seu último filho publicado foi ‘’Quando o Mal tem nome’’. E eu preciso matar a minha curiosidade!
 (haha). Como surgiu toda a ideia?

GK: Eu li uma reportagem sobre um convento na Irlanda onde foram encontradas quase 800
 ossadas de crianças em uma fossa séptica. Fiquei obcecada por essa historia e fui pesquisar.
 Acabei descobrindo que nem tudo na reportagem era verdade e como minha intenção era
 fazer um livro baseado em um caso real, abandonei a ideia, mas quem lê o livro consegue ver
 como a história é influenciada por essa longa pesquisa que eu fiz.

5) Como está sendo a recepção de todos os seus leitores com esse novo livro?

GK: MARAVILHOSA! Eu sempre acreditei no sucesso de Quando o mal tem um nome, mas eu 
nunca esperei tanto. Ele ultrapassou todas as minhas expectativas.

6) Durante 1 mês e pouquinho eu fiz parte do Trevocast. Então, conta para os seus leitores: Como 
surgiu a ideia e quais são os planos do Trevocast para 2018?

GK: Trevocast ainda é um ponto de interrogação para 2018. A vida ficou muito maluca e nós
 não conseguimos mais alinhar nossas agendas, mas eu gostei dessa coisa de youtube e em 
2018 vai ter meu canal no Youtube.

6) A última pergunta para essa pequena entrevista é. Quais são os planos e metas para 2018?
GK: Minhas metas são ambiciosas para 2018. Quero escrever três livros e publicar meu 
primeiro livro físico. 2018 vai ser o ano do Clube dos amigos Imaginários!!!



  Glau, muitíssimo obrigada por essa entrevista! Eu fico MUITO feliz e espero de coração que você
 tenha gostado do vídeo resenha também.  <3



Você também vai amar:

0 comentários

Subscribe